29 de agosto de 2008

O fim do Verão

Quando era garota passava o Verão numa vila à beira do mar, reuníamos na rua daquela vila um grupo de amigos que vinham dos mais diferentes pontos de Portugal, e depois andávamos sempre em bando....para a praia, para o cinema (que era ao ar livre num campo de futebol....), apanhar berbigão na Ria, jogar ao monopólio ao fim da tarde....Foram Verões estupendos e que recordo sempre com saudade. O que mais custava era o fim do Verão, em que cada um regressava a sua casa e ficava sempre aquela frase no ar "Até para o ano que vem..." e promessas de telefonemas diários e cartas semanais, ficávamos sempre com a ilusão que tudo se iria perpetuar até ao ano que vem....mas tal nunca aconteceu....
É bom vivermos o presente tendo como referência que nada é para sempre, apreciamos cada momento com mais intensidade.

1 comentário:

José disse...

Ola..passei por aqui e ao ler o texto, lembrei-me de como era de facto assim.
As amigas e as promessas de amor eterno, que depois se esvaiam..contudo, se fosse hoje, com os tlms, internet etc tudo seria mais facil, só que naquela altura o telefone era fixo e muito caro e restavam as cartas, tempo demasiado para quem queria crescer á pressa.
Gostei de recordar esses tempos ao ler o post.
Voltarei um destes dias....