18 de outubro de 2008

Felicidade desfeita


"Quem nunca sofreu por amor nunca aprenderá a amar. Amar é o terror de perder o outro, é o medo do silêncio e do quarto deserto, de tudo o que se pensa sem poder falar, do que se murmura a sós sem ter ter a quem dizer em voz alta. É preciso sentir esse terror para saber o que é amar. E, quando tudo enfim desaba, quando o outro partiu e deixou atrás de si o silêncio e o quarto deserto, por entre escombros e a humilhação de uma felicidade desfeita, resta o orgulho de saber que se amou."

in Rio das Flores de Miguel Sousa Tavares

1 comentário:

José disse...

tanta verdade...

Bfsemana