12 de fevereiro de 2012

Farewell.....

Pronto e assim foi....ontem despedi-me do meu popó (buá.....snif...snif...). Foi um fiel companheiro durante 16 anos, que nunca me deixou mal (exceto uma vez....mas pronto eu perdoo!!!!). Ontem antes de o deixar, aspirei por dentro e deixei todo limpinho e a brilhar pensando que iria impressionar os novos donos, no entanto quando perguntei no stand de automóveis, qual seria o seu destino dizeram-me que iria para abate, por um lado fiquei triste com este desfecho, mas por outro lado pensava que não iria suportar haver outras pessoas a sentarem o rabo nele.....(ou era o meu ou mais nenhum!!!!!)
O meu carro conhecia-me bastante bem, principalmente o meu potencial como cantora, ao volante eu era um autêntico rouxinol  e ele estoicamente aguentava a minha voz de cana rachada.
Agora tenho um carro todo totó....direção assistida, GPS, ABS, e com todas as outras siglas que eu nem sei para que servem.....Mas trago ainda no meu coração o meu fiel caca-móbil, que era atração no Verão dos pardais do bairro.....
Até qualquer dia......

1 comentário:

Alexandre disse...

Que história triste. Tb não há problema nenhum em nos apaixonarmos por algo que não seja humano. Há coisas que já fazem parte da nossa vida

:) boa semana!